Fairy Tail World RPG


Seja Bem vindo ao fairy tail World RPG!

Fairy Tail World RPG

O Mundo da Magia
 
InícioFT World RPGCalendárioFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seConectar-se

Compartilhe | 
 

 Ilha Galuna

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Saga
Master Blue Pegasus
Master Blue Pegasus
avatar

Mensagens : 91
Data de inscrição : 22/11/2012
Localização : Brasilia - DF

Ficha Magica
Jewel (Dinheiro): Jewel (Dinheiro):: 300.000.000,00

MensagemAssunto: Ilha Galuna   Qui Nov 29, 2012 6:56 am


Ilha Galuna é uma ilha em forma de lua crescente, que é o lar de uma tribo de demônios amigáveis. Diz-se que a ilha é amaldiçoada, as pessoas da ilha se transformam em demônios quando a "lua roxa" mostra-se à noite.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Krater

avatar

Mensagens : 20
Data de inscrição : 17/10/2012
Idade : 20

Ficha Magica
Jewel (Dinheiro): Jewel (Dinheiro):: 1.320.000

MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   Sab Dez 01, 2012 10:32 am

Dia 1

Um navio se aproximava da Ilha Galuna, eram aproximadamente nova horas da manhã, o navio era pequeno e transportava alguns caixotes, o objetivo deles era encher os caixotes de frutos e plantas da ilha. Não demorou muito para que o navio chegasse, os mercadores começavam a descer os caixotes, mas um desses caixotes estava um pouco mais pesado, foi quando o mercador resolveu abrir o caixote para ver se estava tudo certo

- Heim?! Que diabos está fazendo ai cara?!


-....Até você começar a gritar, eu estava dormindo, imbecil

Krater levantou-se e saiu de dentro do caixote, sem sequer explicar nada aos mercadores, estava calmo e ainda despertando, afinal tinha passado a viagem toda dormindo no caixote. Sem um rumo certo, Krater entrou na floresta para procurar pelo que veio buscar, deveria achar o Demônio Deliora e leva-lo para a Mestra da Guilda, e assim conseguiria evoluir seu Rank

"Onde eu vou achar aquele maldito Demônio?"

O tempo passou desde que Krater havia começado sua busca na floresta, horas e horas depois, Krater parou onde estava e chegou a uma conclusão, estava perdido na floresta e não iria achar Deliora se continuasse andando sem rumo. Já estava anoitecendo, Krater não tinha achado Deliora durante o dia, e com certeza não o acharia durante a noite, então resolveu sentar-se escorado em uma árvore e dormir, e com isso se foi o primeiro dia.

Dia 2

Logo de manhã, Krater acordou ao sentir algo acerta-lo na testa, levantou-se nervoso e olhou ao seu redor, havia um pequeno macaco jogando pedras em Krater

- Maldito macaco...

Sem perder tempo, Krater decidiu procurar uma árvore alta, e de cima dela observar a ilha e tentar achar Deliora. Após algum tempo andando, Krater finalmente havia achado a árvore que parecia ser a mais alta da ilha, subiu até o topo dela e olhou ao redor, conseguia avistar a praia de onde veio e várias árvore o cercando, mas nenhum sinal de Deliora. Novamente, horas e horas se passaram, Krater havia dormido no topo da árvore enquanto esperava algum sinal de Deliora, mas um forte barulho de árvores sendo derrubadas assustou todos os animais da ilha, Krater acordou sem saber oque estava acontecendo, então viu Deliora vindo em sua direção e derrubando as árvores no caminho

- Me poupou o trabalho de continuar a procura-lo

Krater saltou de cima da árvore e começou a correr até Deliora, ambos estavam indo em direção um ao outro, e logo estavam frente a frente, assim que chegou perto o suficiente Deliora atacou com um soco devastador, Krater esquivou-se saltando para a direita e evitando o ataque, em seguida levantou-se e correu dando a volta por Deliora, suas mãos foram envolvidas por sombras em forma de garras, e Krater atacou Deliora mirando sua perna direita

- Kage no Ryū no Tsume!!

Deliora foi atingido na perna e ficou de joelhos, não poderia levantar-se por um tempo, Krater voltou a dar a volta por Deliora, quando estava frente a frente com ele, sombras surgiram ao redor de seu punho e Krater voltou a ataca-lo com um forte soco na barriga

- Panchi Shadōdoragon!!

Novamente, Deliora foi atingido e gritou de dor, porém não se moveu nem um centímetro, Krater ficou parado a sua frente depois de tê-lo atingido, agora era vez de Deliora atacar com um poderoso soco, não dava tempo de esquivar

- Mas que droga...Kage no Shōheki Doragon!

O corpo de Krater foi envolvido em sombras para proteger-se, porém o soco de Deliora o atingiu e o fez voar contra uma árvore, mesmo que tivesse evitado boa parte do dano com a Magia, Krater ficou um pouco atordoado após receber o golpe. Ao mesmo tempo que Deliora voltou a levantar-se, Krater também ficou de pé, estavam a pelo menos 15 metros um do outro

- Mais durão do que eu pensava...você vai ser bem útil para a Mestra

Parecendo um touro, Deliora começou a correr com o ombro a frente para atingir Krater, eram os momentos finais da luta, Krater sorriu enquanto esperava ele se aproximar um pouco, e assim que estava a 6 metros, Krater atacou com sua magia mais poderosa

- Kage no Ryū no Hōkō!!

Deliora foi atingido em cheio pelas chamas negras, mas mesmo assim continuou andando em direção a Krater, diminuindo o passo conforme era queimado, alguns segundos depois, Deliora finalmente foi derrotado pelas chamas negras e desmaiou.

Dia 3

O navio de mercadores estava quase partindo, quando avistaram um homem saindo da floresta com um demônio nas costas. Obviamente eles não queriam dar carona para um Mago das Trevas e um Dêmonio desmaiado, mas também não tinham coragem para negar, e assim, no começo do 3º Dia, Krater estava voltando da Ilha Galuna, levando Deliora consigo.


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Hyuna Hattori

avatar

Mensagens : 140
Data de inscrição : 17/10/2012

Ficha Magica
Jewel (Dinheiro): Jewel (Dinheiro):: 1.000.000.000

MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   Sab Dez 01, 2012 11:01 am

Aprovado e Finalizado

Poste na Guilda me Trazendo o Deliora


Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Volt Vulpecula
Magos Fairy Tail
Magos Fairy Tail
avatar

Mensagens : 13
Data de inscrição : 30/11/2012
Idade : 24

Ficha Magica
Jewel (Dinheiro): Jewel (Dinheiro):: 465.000 $

MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   Dom Dez 02, 2012 6:41 am

Experiência - Parte 2

"-Aquele Gin, aquela Excalibur, pq ele me mandou fazer isso!? Só pq eu não vi ele no Hall? Bom, mas se eu falhar eu não vou poder subir de rank.."
Fui andando para o porto e aluguei um barco para a Ilha Galuna, o barco era pequeno e só cabia eu e uma pessoa q iria remar. Estava demorando muito, a Ilha era muito longe ou a pessoa não sabia remar, logo eu vejo terra em forma de Lua Crescente, era a Ilha Galuna, chegando nela, deixei a pessoa e o barco na margem e fui andando para dentro da Ilha, ouvia vários ruídos e vários gritos, mas não era o bastante para me apavorar, olhei dentro de cavernas com ajuda de mísseis (míssil é um tipo de foguete, então o fogo clareou um pouco a caverna), estava cansado e sentei em uma pedra gigantesca, olhei para frente e vi as folhas e arbustos se moverem como se uma pessoa estivesse andando escondida nelas.
-Não esperava ter alguém na ilha, além de mim..
sai da pedra e retirei os arbustos e folhas da frente e vi um macaco feio, verde e parecia ser um bebê pois era muito pequeno, segurei na pata dele e fui levando ele até o outro lado da ilha, vendo macacos verdes e feios, joguei o bebê e ele foi para perto dos macacos, eu vi, no meio dos macacos, uma espada presa em uma pedra.
"-Só me faltava essa......"
Concentrando o meu poder mágico em meu pé, pulei e todos os macacos me viram, e caí chutando o chão, fiz um buraco e o chão vibrou muito, todos os macacos estavam caídos e presos no chão, aproveitei a chance e fui até a espada mas, um macaco pegou no meu pé antes e me jogou para trás, com raiva, criei muitos mísseis gigantescos e joguei em todos os macacos tentando matá-los, mas vi o bebê feio q eles tinham, eu não poderia matar alguém daquele tamanho, os macacos estavam caidos e queimados, pareciam estar mortos, fui até a Excalibur e tentei tirar mas não consegui, o bebê macaco estava chorando e então o pelo todo dele se ergueu e ele veio até mim, me cortou com seus dentes várias vezes, eu não tive escolha, concentrei todo meu poder mágico na mão e soquei ele, o mesmo desmaiou, sentei na pedra esperando a hora certa, quando eu fiquei curado, me levantei e concentrei todo o meu poder mágico nas mãos e segurei na espada, puxando e tentando tirá-la da pedra, ela foi saindo de pouco em pouco e quando finalmente saiu, uma luz muito forte foi em jato até o céu, rasgando as nuvens e tudo, era poder mágico, toquei nele e minha mão começou a arder, já estava anoitecendo e com a espada, fui até o barco e vi o homem de antes, entrei no barco e o homem começou a remar para fora da Ilha Galuna, quando segurava a espada, percebi uma coisa, ela estava cheia de poder mágico.



Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Gin Bradley
Magos Fairy Tail
Magos Fairy Tail
avatar

Mensagens : 58
Data de inscrição : 26/11/2012
Localização : Fairy Tail

Ficha Magica
Jewel (Dinheiro): Jewel (Dinheiro):: 8,650.000

MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   Dom Dez 02, 2012 8:49 am

APROVADO

Poste sua chegada no Hall me trazendo a espada.


"Falas"
"Pensamentos"

Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Asteria Elphegort
Magos Oracion Seis
Magos Oracion Seis
avatar

Mensagens : 72
Data de inscrição : 15/07/2013
Idade : 28
Localização : Catedral da Oración Seis

Ficha Magica
Jewel (Dinheiro): Jewel (Dinheiro):: 1.045.000

MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   Qui Jul 18, 2013 5:13 pm

 As ondas do oceano chacoalhavam o pequeno barco onde Asteria se encontrava. O sol estava nascendo no horizonte acabando aos poucos com a escuridão da noite e subindo em direção ao azul límpido dos céus. Asteria questionou-se mais uma vez sobre o sentido daquela viagem. Há alguns dias, ela ouvira sobre uma magia de suporte que havia sido selada na ilha de Galuna e que conferia o usuário o poder de controlar anjos. Apesar de já possui o poder contratual de Kaardeloch, a maga desejava mais. Não poderia depender de seu senhor para sempre. Precisava de algo mais sólido para depositar sua confiança. Ela mesma.

Os pescadores da vila próxima evitavam a ilha, tida como o lar de uma tribo de demônios e por tal motivo recusavam-se a levar a sacerdotisa. Depois de várias ameaças e um pouco de força bruta, ela enfim conseguiu a viagem que àquela altura, já se encontrava perto do fim. Asteria fechou os olhos e respirou fundo. Não era hora para questionar suas ações. Ela já havia chegado até ali e retornar agora seria loucura. Mais alguns minutos e o barco aportou na ilha. Assim que Asteria pôs os pés para fora, o pescador iniciava imediatamente o caminho de volta, quando foi impedido por um disparo de energia negra.

- Covarde. - Disse Asteria, disparando o golpe final contra o peito do homem e pondo fim a sua vida miserável. Ela ainda precisava daquele barco para voltar e decididamente não iria perdê-lo. 

Como a embarcação não era muito grande, a maga não teve grandes dificuldades em levá-la para a areia. Ela atirou o corpo do pescador morto ao mar e começou sua busca por Galuna. Sua única chance de salvação estava ali. Depois de algum tempo vagando sem rumo pelas florestas, ela encontrou uma construção perdida a distância. Parecia uma espécie templo que no passado fora um lugar de intensa movimentação, mas que agora estava completamente entregue ao cruel toque do tempo. Pela arquitetura incomum parecia o trabalho de um povo antigo.


De súbito, uma emanação de poder vinda do interior do local ressoou pelas proximidades em uma onda de energia dourada. Havia alguma coisa lá dentro e sentira a aproximação da maga. Depois de procurar em vão uma entrada, Asteria constatou com um suspiro de desânimo que todas elas estava tapadas com grandes pedras.


- Se não vai me deixar entrar pelo caminho normal. - A maga lançou um olhar de desdém para a construção abandonada. - Acho que terei de fazer minha própria porta.


Utilizando o Dark Cannon mais uma vez, Asteria mirou contra a parede de granito e disparou. E qual não foi sua surpresa quando, poucos instantes de se chocar contra a parede, o tiro de energia negra se dissipou no ar como uma brisa. Ela disparou de novo, e de novo e mais uma vez. Utilizando todos os golpes e poderes que possuía, até quase esgotar o poder mágico. Mas nada acontecia. Nem mesmo um simples arranhão ela conseguiu fazer contra o templo.


Com os olhos queimando de dor e ódio, ela sentiu suas pernas fraquejarem e a respiração pesar. Desde quando não se sentia tão fraca? Tão... Impotente? As magias de Kaardeloch não estavam auxiliando em nada. Um membro da Oracion Seis que não possuía poder mágico para destruir uma barreira daquelas. Se alguém descobrisse ela certamente seria ridicularizada e perderia o posto que lutou tantos anos para conquistar.


A aura continuava a emanar do interior da construção. Totalmente diferente da de Asteria. Ao invés de negra e violenta, era pura e calma. Finalmente ela compreendeu. O poder do lorde negro seria inútil ali. "Encontrar o equilíbrio" A maga se lembrou das palavras do mestre. "Achar a conexão entre a luz e as trevas". Fechando os olhos, ela procurou se concentrar nas emanações vindas do interior do templo. Aquela energia oposta à sua, passava por todas as coisas vivas naquele local, irrigando-as com luz.


Até agora, Asteria pensava no poder mágico apenas como morte e destruição. Mas, naquele momento ela percebeu... Algo mais. Magia é vida. É sentimento. São tantas coisa que não poderia ser descrita nem em uma eternidade. A maga respirou profundamente e sentiu-se invadir por aquela luz. Não era uma presença opressora como as trevas que ela carregava. Era algo livre e desperto.


- Eu... Aceito.


Naquele momento, um brilho gigantesco iluminou os arredores do templo. Irradiando em direção à maga e enchendo suas veias de poder arcano. Os olhos de Asteria abriram-se lentamente para contemplar as mudanças que haviam acontecido. Seus cabelos haviam mudado drasticamente. No lugar dos dreadlocks que ela costumava usar, estava um corte liso e longo. Em suas mãos, moedas douradas brilhavam com grande intensidade. Um sorriso invadiu os lábios da maga. Não aquele de escárnio como sempre, mas um de alívio e segurança. Agora ela possuía um novo poder além da escuridão na qual estivera imersa por onze anos.


- Mestre Alsiel... - Disse ela para si mesma. - Acho que finalmente posso compreender um pouco de suas palavras.


Retirando-se na direção para onde havia deixado o barco. Ela caminhava calmamente e sem o peso no peito com que estivera nos últimos dias.


Luz e escuridão não devem ser separados como rivais ou inimigos. O verdadeiro equilíbrio existe apenas quando conseguimos unir os dois opostos...

 
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Narrador

avatar

Mensagens : 71
Data de inscrição : 28/11/2012

MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   Qui Jul 18, 2013 5:29 pm

-Aprovado -
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: Ilha Galuna   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Ilha Galuna
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» la isla de la muerte ´´A ilha da morte`` (Crônica Livre)
» Os leilões da Ilha do Click estão de volta!
» A ilha amaldiçoada..
» A Ilha de Calipso - Missão CCFY - Alexia Watts
» [JdD] Harper Island - O mistério da ilha!

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Fairy Tail World RPG :: Reino de Fiore :: Ilha Galuna-
Ir para: